OBJETIVOS:

Refletir sobre a avaliação na sua prática pedagógica;
• Identificar elementos que caracterizam a avaliação como ato que ocorre durante todo o processo de ensino-aprendizagem;
Reconhecer a avaliação como um ato potencialmente inclusivo.

Abertura: Avaliar a aprendizagem nem sempre é um ato fácil de ser executado pelo professor. Independente dos instrumentos e critérios de avaliação utilizados, sempre há “em jogo” uma operação de poder que conduzirá a uma determinada tomada de decisão. O professor deve - apoiado em um juízo de valor externo - buscar informações sobre um processo interno, a aprendizagem. Portanto, estamos diante de um grande desafio. Diante disso, neste enfoque temático, sugerimos a leitura de um texto sobre a prática avaliativa e a realização de um estudo acerca do mesmo, proposto em duas partes distintas. Antes, convidamos você para ler o trecho abaixo, observar atentamente a charge e refletir sobre as seguintes questões:

- O que é avaliação?
- Quais instrumentos você utiliza para avaliar?
- Quais os indicadores que sugerem que seu aluno tenha aprendido?

“A prática da avaliação da aprendizagem, para manifestar-se como tal, deve apontar para a busca do melhor de todos os educandos, por isso é diagnóstica, e não voltada para a seleção de uns poucos, como se comportam os exames. Por si, a avaliação, como dissemos, é inclusiva e, por isso mesmo, democrática e amorosa. Por ela, onde quer que se passe, não há exclusão, mas sim diagnóstico e construção. Não há submissão, mas sim liberdade. Não há medo, mas sim espontaneidade e busca. Não há chegada definitiva, mas sim travessia permanente, em busca do melhor. Sempre!”

Cipriano Luckesi
O que é mesmo o ato de avaliar a aprendizagem?, Revista Pátio, ano3, n° 12, p.11, 2000.

1) Leitura do texto: “O contexto da prática avaliativa no cotidiano escolar”.

FERREIRA, Lucinete. O contexto da prática avaliativa no cotidiano escolar. In:_____. Retratos da avaliação: conflitos, desvirtuamentos e caminhos para a superação. Porto Alegre: Mediação, 2002. p.39-61.

2) Leitura das operações de pensamento formuladas por Raths (1977)

As concepções de avaliação da aprendizagem estão baseadas em uma determinada visão de educação, que inclui as escolhas metodológicas, a construção da relação professor-aluno e a compreensão acerca dos processos de aprendizagem. O professor que busca envolver o aluno na construção do seu conhecimento preocupa-se com a seleção de conteúdos e de estratégias de ensino que possibilitem que este sujeito possa elaborar e reelaborar as relações entre os saberes. Seu planejamento está fundamentado em objetivos que buscam ultrapassar a simples memorização, voltando-se para a mobilização de diferentes operações de pensamento. Nesse sentido, a avaliação da aprendizagem também deve ser alicerçada nestes mesmos princípios. Clique no link abaixo e conheça algumas operações de pensamentos formuladas por Raths (1977) como ferramentas para que possam auxiliar na elaboração do seu planejamento de ensino e de suas práticas de avaliação.

RATHS et al. apud ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos; ALVES, Leonir Pessate. Processos de Ensinagem na Universidade: pressupostos de trabalho em aula. 5ª edição. Joinvile: UNIVILLE, 2005.p. 28.

3) Leitura do texto: “Rumo a uma avaliação inclusiva”

GOÑI, Javier Onrubia. Rumo a uma avaliação inclusiva. Pátio, Porto Alegre, n. 12, ano 3, p. 17-21, abr./fev., 2000.

ATIVIDADE:

PARTE 1: A partir da leitura do texto “O contexto da prática avaliativa no cotidiano escolar”, elenque os aspectos principais relacionados aos temas abaixo. Atenção, para cada item, você deve redigir um parágrafo de 5 a 10 linhas.

  • Diferenciações entre avaliação “classificatória” e “mediadora”
  • Posição reducionista da avaliação escolar
  • Visão unilateral da avaliação
  • A postura ética do professor frente à avaliação

PARTE 2: A partir do texto “Rumo a uma avaliação inclusiva” analise sua prática pedagógica em relação à avaliação, enfocando os aspectos abaixo relacionados. Para responder a parte 2 da atividade, você deve escrever um texto de 20 a 25 linhas.

• Como você realiza a avaliação da aprendizagem de seus alunos?
• Em que momentos você avalia?
• Quais critérios você utiliza?
• Quais dificuldades você enfrenta ao realizar a avaliação e ao expressá-la (conceito, nota, parecer descritivo)?
• Para que você utiliza os resultados da avaliação?
• Como você pode aperfeiçoar a sua prática pedagógica em relação à avaliação?

Atenção:  Realize as duas partes da atividade em um mesmo arquivo, denominado “seu nome_sobrenome_avaliar” (exemplo: caroline_buaes_avaliar)

Poste seu arquivo no Rooda/Webfolio até a seguinte data: 30/11/2009.


Voltar