OBJETIVOS:

Conhecer a origem da proposta pedagógica por temas geradores e suas implicações nas práticas docentes com jovens e adultos;
• Refletir sobre a importância da ação dialógica e da contextualização do processo educativo na realidade do educando.


Abertura:

Todos nós conhecemos Paulo Freire. Conhecemos mesmo? O que, de fato, sabemos da obra e dos pensamentos de Paulo Freire?

Obviamente não vai ser possível apresentar toda a riqueza do pensamento de Paulo Freire em um enfoque temático. Por isso, selecionamos um aspecto específico e central da obra de Paulo Freire - os temas geradores. Para conhecer melhor a proposta de Paulo Freire e o papel dos temas geradores, sugerimos primeiramente a leitura de um pequeno texto sobre vida e obra de Paulo Freire. O segundo texto aborda a questão da dialogicidade - essência da pedagogia freireana.

A leitura destes textos é uma preparação para assistir o filme “A construção da leitura e da escrita do adulto na perspectiva freireana”, que está disponível nos pólos. Nós vamos assistir e debater este documentário na segunda aula presencial.

Para compreender as críticas de Paulo Freire ao processo alfabetizador desvinculado da realidade dos alunos você pode olhar os fragmentos de uma antiga cartilha de alfabetização que foram digitalizados e encontram-se disponíveis em um link logo abaixo. Por fim, sugere-se a leitura de um pequeno texto (1 página) escrito por Frei Betto após o falecimento de Paulo Freire.

O enfoque temático termina com a proposta de uma atividade de reflexão escrita sobre o uso de temas geradores na prática pedagógica.

Leitura 1: Paulo Freire, o mentor da educação para a consciência

 

Clique aqui para saber mais informações sobre Paulo Freire

Leitura 2: FREIRE, Paulo. A dialogicidade – essência da educação como prática da liberdade. In: _____. Pedagogia do Oprimido. 40ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005. p.89-101.

FilmeA construção da leitura e da escrita do adulto na perspectiva freireana”

Este vídeo foi produzido no período de 1999 a 2001 durante a realização do curso “Alfabetizando Jovens e Adultos”, promovido pelo SENAC-SP com assessoria do Instituto Paulo Freire”. (45min.)

Na verdade, somente com muita paciência é possível tolerar, após as durezas de um dia de trabalho ou de um dia sem ‘trabalho’, lições que falam de ASA – ‘Pedro viu a asa’ – ‘A asa é da Ave’. Lições que falam de Evas e de uvas a homens que conhecem poucas Evas e nunca comeram uvas. ‘Eva viu a uva’. Pensávamos numa alfabetização que fosse em si um ato de criação, capaz de desencadear outros atos criadores”.
(Paulo Freire, Educação como prática da liberdade, 1971)

Leitura 3: Cartilha “Meu livrinho”

Para ler alguns fragmentos da cartilha, clique em cima dela.

Leitura 4: Frei Betto. Paulo Freire: a leitura do mundo. Fonte:

http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Profa/col_3.pdf, acesso em 01/12/2007.






Atividade 1

  1. A partir das leituras realizadas acerca da observação de Paulo Freire em relação à alfabetização de adultos e a argumentação de Frei Betto frente a esta mesma situação, construa uma reflexão sobre a importância do uso de temas geradores na prática pedagógica. Grave sua reflexão em um arquivo denominado “seu nome.sobrenome_freire” (exemplo: johannes.doll_freire).

Atenção: sua reflexão deve ser escrita em um texto de 25 a 35 linhas.

  1. Poste seu arquivo no Rooda/Webfolio “Didática, Planejamento e Avaliação” até a seguinte data: 02/11/2009.

Voltar