OBJETIVOS:

• Conhecer a origem da Pedagogia de Projetos;
• Compreender a estrutura de planejamento dos Projetos de Trabalho;
• Observar e analisar práticas pedagógicas atuais fundamentadas nesta perspectiva.

Abertura: Neste enfoque temático sugerimos que você faça a leitura de HERNÁNDEZ; MONTSERRAT, 1998 (19 páginas) e assista a dois documentários sobre práticas pedagógicas fundamentadas na perspectiva dos Projetos de Trabalho. Após a exploração destes materiais, propomos que você responda a duas questões sobre este tema.

O texto abaixo, produzido a partir de SANTOMÉ (1998), explica as origens do Método de Projetos e introduz o assunto central deste enfoque temático.

O Método de Projetos foi criado pelo norte-americano William Kilpatrick (1871-1965) baseado nas idéias de John Dewey (1859-1952). Em setembro de 1918, uma das mais importantes revistas de educação, Teachers College Recort, divulgou um artigo no qual este autor explica e denomina o “Método de Projetos”. Tal proposta caracteriza-se como uma forma de integração curricular e preocupa-se com o “interesse” que deve acompanhar o trabalho pedagógico de modo a suscitar no aluno a vontade de saber. O embasamento teórico de Kilpatrick estava fundamentado nos estudos de uma “escola ativa” de John Dewey. Você pode rever as idéias deste autor revisitando este link.
A dimensão socializadora das propostas curriculares foi a grande impulsionadora do Método de Projetos.
Naquela época os conceitos científicos não eram construídos com os alunos, que deveriam memorizar os conhecimentos “aprendidos”. Deste modo, não proporcionavam uma melhor inserção e participação das crianças em seus ambientes de circulação. De acordo com Santomé (1998, p. 204), “o principal ponto de partida do método de projetos deriva da seguinte filosofia: por que não fazer dentro da sala de aula o que se faz continuamente na rua, no ambiente virtual verdadeiro?”. Assim, continua este autor, “o método de projetos desenvolve-se com a finalidade de resolver os problemas de meninos e meninas em suas vidas cotidianas, como construir uma cabana, preparar uma festa local, construir uma pequena horta, proteger e ajudar um animal ferido, etc.”
Kilpatrick destaca três questões indispensáveis para o planejamento dos Projetos: “1- Como se realiza a aprendizagem; 2- Como a aprendizagem intervém na vida para melhorá-la; 3- Que tipo de vida é melhor”. (Kilpatrick, 1967, apud Santomé, 1998, p. 205)

Fonte:
SANTOMÉ, Jurjo Torres. As origens da modalidade de currículo integrado. In:______. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

1) LEITURA:

Atualmente, a Pedagogia de Projetos é discutida por diferentes autores: Santomé e Hernández na Espanha, Jolibert na França, Monique Deheinzelin e Miguel Arroyo no Brasil, entre outros. Clique no link abaixo, acesse o texto de Hernández; Montserrat (1998) e conheça uma forma de organizar os projetos de trabalho.

HERNÁNDEZ, Fernando; MONTSERRAT, Ventura. Os projetos de trabalho: uma forma de organizar os conhecimentos escolares. In: _____. A organização do currículo por Projetos de Trabalho. 5ª edição, Porto Alegre: Artmed, 1998.

2) CINEMA: Sugerimos que você assista, após a leitura do texto de Hernández; Montserrat (1998), a dois documentários produzidos por professoras e alunas da Faculdade de Educação da UFRGS que servirão de base para a atividade deste enfoque temático. Estes filmes relatam de práticas pedagógicas, em diferentes contextos socioeconômicos, com turmas de Educação Infantil e Anos Iniciais a partir da Pedagogia de Projetos.

Filme 1: Vamos passear na Vassoura da Bruxa Onilda? – 12 min. – 1998 - Disponível em DVD no pólo.

Documenta o trabalho realizado com crianças da faixa etária dos 3 anos, a partir da leitura do livro Bruxa Onilda vai à Veneza. Várias atividades interessantes são propostas, evidenciando como é possível trabalhar diferentes áreas do conhecimento de modo integrado, através de estratégias adequadas a faixa de idade dos alunos.


Filme 2: Possibilidades! ao meu redor – 13 min. - 2003 - Disponível em DVD no pólo.

Apresenta algumas cenas das práticas pedagógicas de duas alunas estagiárias das disciplinas Práticas de Ensino em Anos Iniciais do Ensino Fundamental I e II (EDU 02002 e EDU 02003), do Curso de Pedagogia, habilitação magistério para os anos iniciais, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Detém-se no planejamento e reflexão dessas alunas educadoras sobre a prática pedagógica. Aborda o trabalho pedagógico coletivo e suas possibilidades de produção do conhecimento escolar. Defende uma sala de aula expressiva das aprendizagens, atraente e convidativa à permanência dos alunos.

3) Atividade: A partir do texto de Hernández & Monteserrat (1998) e dos vídeos assistidos, responda as seguintes questões em um arquivo denominado “nomesobrenome_pedagogia_de_projetos.doc” (exemplo: lucianapiccoli_pedagogia_de_projetos.doc)

1. Destaque aspectos positivos e desafiadores do trabalho por Projetos;

2. Você identifica diferenças e/ou semelhanças entre a Pedagogia de Projetos na Educação Infantil e nos Anos Iniciais? Quais?

Atenção: cada questão deve ser respondida em um parágrafo de 10 a 15 linhas.

4) Poste seu arquivo no Rooda/Webfolio até a seguinte data: 26/10/2009.

Voltar